Gestão dos Recursos Hídricos

179

Auditoria Operacional

Auditoria operacional na gestão de recursos hídricos do Distrito Federal.

Resumo

O Relator das contas de governo do exercício de 2009, Excelentíssimo Conselheiro Manoel de Andrade, determinou a realização de auditoria operacional na área de gestão de recursos hídricos, a fim de subsidiar a análise de ações de Governo que serão abordadas no Relatório Analítico e Parecer Prévio do Tribunal de Contas do Distrito Federal para aquele exercício. A escolha da área relacionada ao tema Meio Ambiente fundamentam se na relevância dos ativos envolvidos, cuja gestão deficiente pode causar enormes prejuízos, mesmo que não sejam, a princípio, de fácil mensuração monetária. Ademais, a pressão sobre o meio ambiente no DF em função do rápido e constante adensamento urbano, ao tempo que impõe perdas a ativos importantes, como corpos hídricos e áreas de vegetação nativa, aumenta a demanda por água para o abastecimento público e para as atividades agropecuárias e industriais necessárias à manutenção do incremento populacional. Nesse contexto, a gestão adequada dos recursos hídricos se reveste de importância crucial à sustentabilidade ambiental e econômica do Distrito Federal, com impactos que serão sentidos pela geração atual e por gerações vindouras. Faz se necessário, portanto, que o Tribunal de Contas do Distrito Federal, ao exercer sua função de controle, contribua com a melhoria da qualidade de vida da população do DF, avaliando as ações governamentais nessa área.

  Clique aqui para acessar/baixar Gestão dos Recursos Hídricos

GestaoDosRecursosHidricos